Quais as condições para contratar empréstimo consignado?


Foto: Google

Com a digitalização do mercado, o surgimento das fintechs e o advento da gestão 4.0, está ocorrendo uma revolução no mercado financeiro e, em muitos pontos, elas são benéficas ao trabalhador. O empréstimo consignado pode ser uma das vantagens dessa evolução.

Entre as principais estão as fortes quedas das taxas de juros para o crédito consignado, que é um empréstimo com pagamento indireto, cujas parcelas são deduzidas diretamente da folha de pagamento ou benefício da pessoa física.

Veja logo abaixo a diferença entre as taxas e qual a melhor opção para sua necessidade.

No segmento corporativo que oferta as taxas mais agressivas, pelo menos há dois anos as taxas de juros variam entre 4% a 5% no crédito consignado e atualmente temos taxas de 0,99%. Ou seja, um funcionário que consumia o crédito entre 4% e 5%, atualmente obtém uma taxa de 0,99%.

Essa modalidade de crédito possibilita que o colaborador da empresa consiga uma dívida mais saudável e mais fácil de ser efetuado o pagamento.

Em comparação à modalidade CDC direto são 7% de taxa de juros e uma dívida sem garantia de recebimento. No crédito consignado quem dá a garantia é o próprio emprego. 

Em algumas instituições bancárias as taxas podem variar de 8% a 13%. Habitualmente são aquelas taxas de quem empresta para negativado, com maior chance de inadimplência.

O colaborador faz a associação das altas taxas cobradas no mercado a uma remuneração ruim, o que nem sempre é real.

Uma vez que ele consiga consumir o mesmo empréstimo com uma taxa de 0,99%, acarreta em uma economia de pelo menos 35%.

Como funciona o crédito consignado?

A cobrança das parcelas do empréstimo consignado não é feita por desconto em conta corrente ou através de um boleto bancário, como em outros tipos de empréstimo.

O desconto é realizado diretamente do benefício INSS de aposentados e pensionistas, ou do salário de funcionários públicos ou privados.

Veja a documentação necessária para contratar: 

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Comprovante de renda mais recente.

O valor disponível para contratação no crédito consignado deve estar dentro do valor máximo do salário que pode ser comprometido para pagamento das mensalidades.

Por: Jheniffer Freitas | Fonte: FDR