Recorde: volume do crédito consignado supera R$ 440 bilhões

Com recorde de 14% a mais que o ano anterior, o volume do crédito consignado tem o valor mais alto já registrado na sua modalidade de empréstimo

Foto: Gerd Altmann/Pixabay

O volume do crédito consignado surpreende ao bater o recorde de janeiro de 2020, mesmo no ano da pandemia. Conforme os dados recolhidos pelo do Banco Central, a demanda por crédito consignado subiu 14%, com R$ 442,8 bilhões de empréstimos contratados, quando em 2020 foram feitos R$ 388,6 bilhões.

Esta forma de empréstimo é oferecida para quem tem salário, aposentadoria ou pensão que já são creditados em conta corrente. O que acontece é que o empréstimo consignado é descontado diretamente da folha de pagamento ou da folha da aposentadoria do cliente, sendo um dos pré-requisitos.

Quais são as taxas do crédito consignado?

As taxas do empréstimo variam conforme o perfil do cliente. Dessa forma, são:

  • De 1,51% a 1,73% para aposentados;
  • 1,28% a 1,65% para funcionário público;
  • 1,45% a 2,40% por para funcionário do setor privado.

Entretanto, no dia 10/03, o Senado aprovou a proposta de aumento de 35% para 40% na margem de crédito consignado para os beneficiados pelo INSS, assim como servidores públicos, militares e servidores privados. Com isso, a margem de empréstimo que compromete parte do salário teve aumento de 5%. 

Fonte: Seu Crédito Digital